quinta-feira, 10 de julho de 2008

Não é pior a emenda que o soneto!

Aparentemente esquecidas, algumas datas importantes do calendário português não tiveram direito a registo no blog. Imperdoável (!)... mas não incorrigível. Assim, para relembrar o dia de Portugal, das Comunidades e de Camões, exactamente um mês após a comemoração da data (10 de Junho), nada melhor do que recordar um dos mais célebres sonetos deste grande poeta do século XVI, aqui com sotaque e aroma tropical... Neste caso, podemos mesmo dizer que tão válida é a emenda como belo o soneto!



Proposta de trabalho para as férias de Verão:

À medida que ouves o spot publicitário, escreve o poema e agrupa os versos em duas quadras (estrofes de quatro versos) e dois tercetos (estrofes de três versos). Aí tens a definição de soneto! Para verificares se realizaste correctamente a actividade - e sem erros ortográficos! - compara a tua versão com a original, que encontrarás disponível na internet. Depois, é só memorizar o mais célebre poema em Português sobre as contradições do amor! Nunca se sabe quando não dará jeito tê-lo mesmo ali, na ponta da língua!


Então, até para o ano! Descansem muito sob o sol - se é que estão cansados, depois de um ano inteiro a dormir à sombra da bananeira!...

Sem comentários: